Por que a pandemia revolucionou o setor alimentício?

Por que a pandemia revolucionou o setor alimentício? 21/01/2022

3chefs.com.br

Por que a pandemia revolucionou o setor alimentício?

 

Um estudo divulgado pela Abia (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos) mostrou que, apesar dos prejuízos no setor de alimentação fora de casa gerados pela crise do novo coronavírus, o desempenho do varejo alimentar compensou a queda e puxou para cima os resultados de vendas do setor. 

 

O estudo ainda aponta um faturamento de R$ 356,5 bilhões entre janeiro e junho de 2020, contra R$ 332,5 bilhões computados em igual período de 2019 – crescimento nominal de 6,7%.

 

Outra pesquisa, desta vez da Associação Brasileira de Franchising em parceria com a consultoria Galunion em 2020, no início da pandemia, mostrou que o faturamento de restaurantes, deliverys e outros estabelecimentos de alimentação fora do lar era de 18%, e aumentou para 36%. Esse estudo foi feito com 85 marcas que possuem 15 mil unidades por todo o território nacional.

 

Vamos entender os motivos dessa ascensão?

 

Busca por sabores e refeições diferentes


Com a “obrigação” de todo mundo ter de ficar em casa, chegou um momento em que o cidadão “enjoou” de cozinhar. Na ânsia de saborear algo diferente no dia a dia, muitos buscavam o serviço de delivery, o que aumentou muito a demanda do serviço e também obrigou os restaurantes a adaptarem as suas cozinhas para essa nova demanda. 

 

Tudo indica, inclusive, que esse novo formato de consumo veio para ficar.

 

Inovação do Mercado de deliveries

 

Com a pandemia, os restaurantes foram obrigados a investir no serviço de delivery. Por questão de sobrevivência, tiveram também que implementar outros recursos, como mais formas de pagamento e diversificar opções de entrega e de produtos no cardápio.

 

Dark kitchens

 

Restaurante-fantasma, também conhecido como dark kitchen, ghost kitchen ou restaurantes virtuais são empresas de serviços de alimentação que atendem clientes exclusivamente por entrega, com base em pedidos por telefone ou pedidos online via apps. 

 

Por não terem uma documentação de restaurante de serviço completo, como uma loja e sala de jantar, por exemplo, os restaurantes-fantasmas podem economizar custos ocupando imóveis mais baratos, o que é uma opção mais rentável e mais barata, por não ter custos com garçons, salão, mesas, cadeiras, e outros custos. 

 

O investimento, nesse formato, é só o da produção (mão de obra) e também os equipamentos de uma cozinha profissional: fritadeira, chapa, refrigerador, freezer, entre outros. 

 

Esses restaurantes fantasmas muitas vezes são feitos na própria casa. O empreendedor geralmente monta uma cozinha industrial em sua própria residência, adaptando o seu espaço para tocar a produção dos alimentos de forma rápida e diminuindo os custos de locar um ambiente para produzir os seus produtos.

 

Amadurecimento do consumidor digital

 

Que o brasileiro mergulhou de cabeça nas compras online, isso é fato. Esse movimento foi essencial para o crescimento do delivery, principalmente para que o modelo de negócio dos restaurantes não morresse, afinal, durante um tempo, ficou impossível sentar num estabelecimento para almoçar ou jantar. 

 

Esse formato de negócio é hoje inclusive uma oportunidade para quem sonha em abrir seu restaurante, mas não tem recursos financeiros para locar um estabelecimento, por exemplo. Cozinhando da sua própria casa (obviamente, tendo mão de obra e equipamentos suficientes), é possível montar uma produção alimentícia com entregas para a sua região. 

 

Todas essas informações deixam claro o quanto a pandemia mudou o comportamento de compra do consumidor no setor alimentício, e mostra também o quanto é rentável esse setor. 

 

Conte com a 3chefs para te ajudar a abrir o seu delivery! Encontre em nosso site tudo o que você precisa para decolar o seu negócio

 



Gostou? compartilhe!

escrever_aqui escrever_aqui
Whatsapp 3chefs Whatsapp 3chefs